27.11.08

Fazendo as pazes



Há algum tempo eu nasci, me disseram que era a coisa mais linda do mundo,o que eu duvido porque bebês recém-nascidos são todos iguais,ou para falar a verdade parecem alienígenas, mas enfim, pelos relatos eu era uma criança maravilhosa que gostava de ir pra escola,de conversar com animais e de sorrir muito.E todo cuidado e carinho do mundo se concentrava na mão dos meus pais,que sem dúvida eram os melhores pais do mundo(me ajudavam na lição).
Eu sempre fui muito feliz, o cargo de filha única não me rendeu como muitos imaginam um milhão de presentes, mas muitos abraços e carinhos.Ganhei meu primeiro cachorro aos 7 anos,uma das minhas melhores conquistas. Tive bolsa de rodinhas,e um lápis de cor de 24 cores,um fogão e uma geladeira de boneca.Morria de medo do chupa-cabra e amava Sandy e jr..Queria ser bailarina quando crescer,mas tinha medo de fazer balé, por não saber escalar. Tomei gosto pela leitura já grandinha, meus livros preferidos da infância foram ‘A Bolsa Amarela’ e ’ Ritinha Está Crescendo’.Tinha um sonho de fazer uma franja,odiava pudim e cortado de abóbora com quiabo.Irmãos sempre me fizeram falta, até que eu arrumei alguns primos-irmãos. Dei algum trabalho anos atrás,quis ir embora e fui,mas voltei.
Hoje eu ainda sou feliz, tenho um pouquinho da criança maravilhosa que eu fui,um montão de adolescente estressada que eu sou, tenho meu cachorro de 10 anos, meus pais que não me acham mais tão fofinha assim,mas são tão bons e cuidadosos como antes. Descobri a felicidade num baú debaixo da minha cama, com chuva,arco-íris,doce de leite, bolacha de morango,praia,almoço no domingo,beijo na boca,morro, vento, cachoeira, caderno, cd ,carta,amor e amizade.

2 comentários:

Carol disse...

Lindo! Tb sou filha única, mas nunca senti falta de irmãos, risos. Beijão

Lah disse...

Deveria ser doce, sempre foi
Te carrego pra dentro da geladeira quando começar o amargo tomar conta do nosso açucar!
Ah Luara!

La

 
blog template by suckmylolly.com