22.5.08

'A paciência é a arte de ter esperança.'

do Lat. patientia

s. f.,

qualidade de paciente;

resignação;

conformidade em suportar os males ou os incómodos sem se queixar;

perseverança tranquila;

calma na continuação de qualquer tarefa ainda que esta seja difícil ou muito demorada;

tranquilidade com que se espera aquilo que tarda;

nome de certos jogos de cartas;



Esperança, perder ou não perder éis a questão!


‘Nem sempre foi assim, outro mundo é possível.’

Todos os dias se parecem desde então, cumpro minha rotina diária sem alterações, ás vezes penso mais, ás vezes menos, minha insatisfação continua a mesma. Quero não lembrar de tudo que ficou pra trás, tento me desapegar das dúvidas que me rodeiam, dos porquês que me assolam, mas é quase inevitável pensar porque as coisas tomaram esse rumo.

Meu jeito de durona extremista, não to nem ai, nem convence mais ninguém, queria um abrigo, queria tudo de novo, perguntar e obter resposta, por que assim? Certamente eu devo mesmo merecer tudo que passo, mesmo que indiretamente devo merecer.

O pecado faz parte da minha vida e da de todos nós, não sejamos hipócritas quem nunca erra, mas pra quê mentir assim, mentir que o dia tá tudo bem, se não está, nunca pedi pena, só queria compreensão, não entendo. Cadê?






0 comentários:

 
blog template by suckmylolly.com