2.9.09

Solução



Depois do meu desabafo super down, pensando e vivendo cheguei a uma teoria que já havia chegado há muito tempo e que agora é muito mais prática que teoria. Procurar sempre dar muito valor as coisas simples que eu vivo, pois elas são o que realmente dão o sentido da vida e hoje não é difícil passar batido por isso, se perder no mar de futilidade que o mundo capitalista oferece sem se dar conta que alguns bens a mais não trazem a felicidade verdadeira, só a alienação da mente.

Esse é o motivo de uns dos meus maiores orgulhos sobre eu mesma, tenho minhas fases boas e ruins, dias legais, dias péssimos, mas eu sempre acordo a tempo de não deixar a tristeza descolorir o meu arco íris e embaçar a lente em que eu vejo o mundo melhor. E com isso eu enxergo que o mundo é bem mais do que pessoas desprezíveis extremamente estressadas. Eu vejo a esperança no rosto de cada um, por mais que esse carregue a expressão mais sombria e entendo que para viver é preciso não desistir da vida e nem se esquecer dos que vivem ao nosso redor, por mais estranhos que eles pareçam. Porque é necessário mais, mais que inúmeros bens materiais pra mostrar o que cada um é. Exemplo: Uma pessoa boa, não precisa usar roupa de marca, nem ter um carro. Somos todos iguais, carregamos em nós quantidades iguais de bondade e maldade, basta querer e saber como enxergar.

E digo mais para encontrar a legítima alegria de viver é fundamental enxergar animaizinhos nas nuvens, dar um sorriso a um desconhecido, dar um abraço no seu colega de sala, mandar um bilhetinho “te adoro, vc me faz mais feliz” pra alguém que nunca esperaria isso de você, perguntar ao porteiro do prédio se está tudo bem com ele, dividir o pacote de biscoito, deixar seu cachorro te dar muitas lambidas, agradecer a seus pais mesmo sem eles terem te dado nada,sair sem rumo, tomar banho de chuva, elogiar o professor, entre outras tantas coisinhas que não tomam quase nenhum tempo, mas fazem uma enorme diferença para alguém.

Espalhe a sensação de felicidade, mesmo que você ache que ela é incompleta, mas espalhe que um dia você mesmo será contagiado. E lembre-se a vida só faz sentido na morte.

1 comentários:

Erika Martho =D disse...

Tem razão ... creio que cada um tem a sua luta ... mas as pessoas parecem não mais sonhar, parecem perder as esperanças, parecem não acreditar mais no que ainda pode ser muito valioso nos dias de hoje que para mim é simples e tornaria relacionamentos com amigos, familiares, desconhecidos, e blá blá blá ...muito mais agradavel ... como por exemplo ... honestidade e personalidade!
A proposito ... vc tem! rsrs

Felicidades! E obrigada por estar em meu blog também!( Não tão bacana qto o seu rs )

;)

 
blog template by suckmylolly.com