28.9.10

Fraternus

Sei que o amor não tem classificação. Mas pensando e repensando, eu categorizei o meu. Muda de pessoa pra pessoa, é óbvio, mas meu amor, sem querer desfazer dos outros, é diferente. É bonito, quase nobre.
O amor que eu sinto pelas pessoas é o amor fraternal, de irmão. Talvez seja assim pela falta que os irmãos me fizeram toda vida. É assim mesmo que eu amo, cuidando, querendo o bem, brigando, abdicando, criando um laço interminável.
Por isso as pessoas não saem da minha vida, elas como eu, ficam condicionadas, dependentes, com um bem que nunca passa.
Bem diferente do amor passional, que no fundo é cheio de raiva,o meu é tranqüilo, capaz de perdoar , de fechar os olhos pros defeitos e sempre mesmo não concordando de estar bem ali do lado em QUALQUER situação.
Esse é o meu lado quase altruísta, é o lado que eu desejo que cresça e que me acompanhe pelo resto da vida.

0 comentários:

 
blog template by suckmylolly.com